30 de novembro

GDF - Administrações Regionais
30/04/21 às 10h45 - Atualizado em 30/04/21 às 10h45

Começam as obras de duplicação da DF-140

COMPARTILHAR

Ana Luiza Vinhote, da Agência Brasília I Edição: Carolina Jardon

 

Maior mobilidade e segurança é o que a duplicação da DF-140 vai proporcionar para os mais de 20 mil motoristas que utilizam a via diariamente. Localizada nas proximidades de São Sebastião e do Jardim Botânico, a estrada dá acesso à DF-001 e segue até a divisa com Goiás. Os 14,8 km de pista dupla custaram R$ 20,4 milhões aos cofres públicos – investimento que gera ainda 180 oportunidades de emprego.

“Além de beneficiar as pessoas que moram na região, a duplicação da DF-140 tem caráter de desenvolvimento. Aqui é uma área de expansão imobiliária com qualidade onde as pessoas conseguem construir unidades unifamiliares, suas residências. Estamos fazendo um grande processo de regularização desses condomínios e áreas. Todos que residem aqui serão beneficiados”, ressaltou o governador.

O diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER-DF), Fauzi Nacfur, lembra que as regiões próximas à DF-140 estão crescendo, enquanto os usuários utilizando cada vez mais a via. “Daremos conforto e segurança viária para milhares de usuários. Por ser uma saída para Goiás, é uma rodovia muito importante dentro do DF e longe do centro urbano”, destacou.

Participaram do evento os secretários José Humberto Pires (Governo), Luciano Carvalho (Obras), Júlio Danilo Ferreira (Segurança Pública) e Severino Cajazeiras (Atendimento à Comunidade). Também estiveram presentes à solenidade os administradores regionais Alan Valim (São Sebastião) e Antônio de Pádua (Jardim Botânico), além dos deputados distritais Jorge Vianna e Jaqueline Silva e o presidente do Grupo de Líderes Empresariais (Lide-DF), Paulo Octávio.

A obra

A pista de quase 15 km passa por condomínios do Jardim Botânico e é rota de acesso a São Sebastião, além de ser uma das portas de entrada de quem vem de municípios goianos, como Cidade Ocidental e Luziânia. Os serviços a serem executados incluem terraplenagem, pavimentação, restauração de pavimentos, drenagem, sinalização horizontal e vertical, obras complementares, paisagismo e canteiro de obras, sob os cuidados do DER.

A presidente da Associação dos Empreendedores do Tororó (Aetor), Maria José de Andrade, pontuou que, além dos moradores, muitas pessoas do entorno utilizam a DF-140. “Há acidentes gravíssimos, e os empreendimentos crescem cada vez mais. Essa obra é a realização de um sonho e uma necessidade. Somos muito gratos por essa ação do governo, de ver que ele está olhando por nós e pela nossa cidade”, comemorou.

 

 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros